(27) 9 9869-1031

NO AR

Manhã Sertaneja

Com Rafinha Barateiro

Mundo

Café volta a ter quedas e rompe linha de US$ 1,00 em NY

Publicada em 25/02/19 as 08:50h por Rádio Brejetuba FM - 29 visualizações


Compartilhe
   

Link da Notícia:

O mercado rompeu para baixo a importante linha técnica e psicológica de US$ 1,00 a libra-peso. Na quinta-feira, 21 de fevereiro, a bolsa fechou a baixo de US$ 1,00, refletindo um dólar firme contra o real e outras moedas e pressionada pela oferta tranquila para os consumidores. O mundo vive um período de superávit na oferta contra a demanda e o clima indica que o Brasil, maior produtor e exportador mundial, deve colher uma boa safra este ano, embora menor que a produção recorde de 2018. Segundo o consultor de SAFRAS & Mercado, Gil Barabach, é fato que o recorde na produção mundial acaba gerando um superávit na oferta. “E esse excesso leva a estoques mais altos, distribuídos entre produtores e importadores. E isso leva a uma postura diferente por parte do comprador, que tem trabalhado da mão-para-boca, buscando justamente diluir a reserva acumulada nas temporadas anteriores em meio ao seu fluxo de aquisições na safra atual”, comenta. A expectativa de produções futuras ainda grandes e suficientes para atender o abastecimento eleva a tranquilidade da demanda, favorecendo essa estratégia. Esse comportamento do comprador acaba jogando contra os preços e limitando as investidas de alta do mercado, indica. A perda da linha psicológica de 100 cents não é comum e normalmente está associada a um sinal de crise do setor produtivo, por apertar demais as margens dos vendedores, avalia o consultor. “Se pegarmos uma série histórica de preço de 2005 até agora é fácil perceber que o café poucas vezes foi negociado abaixo da linha de 100 cents. Aconteceu em 2005 e novamente em 2006, ainda como sequela da grave crise de excesso de oferta do começo dos anos 2000, que levou a cotação da bebida a 40 cents na ICE”, pondera Barabach. E depois ocorreu somente em 2018, por duas vezes, na entrada da safra brasileira (julho a agosto) e depois ao longo do mês de dezembro. “O fato é que agora em fevereiro de 2019, poucos meses depois, o café foi negociado abaixo desse patamar psicológico. Uma frequência negativa que assusta os vendedores e revela muito sobre o momento atual do mercado”, observa. No Brasil, o mercado físico brasileiro de café repercutiu essas perdas externas e o café arábica bebida boa no sul de Minas Gerais caiu abaixo da linha de R$ 400,00 a saca de 60 quilos, o que também é um patamar psicológico importante. Assim, os negócios ficaram naturalmente lentos, com o produtor evitando as vendas, que ocorreram mais conforme as necessidades de caixa, e do comprador.


ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário
 
Enquete
Qual dessas Redes Sociais voce acessa?

 Instagram
 Youtube
 Facebook
 Twitter







.

LIGUE E PARTICIPE

(27) 9 9869-1031

Visitas: 9599
Usuários Online: 6
Copyright (c) 2019 - Rádio Brejetuba FM